terça-feira, novembro 14, 2006

"A melhor jeropiga" (cobertura Diário XXI)

10 comentários:

F@bio disse...

Fantabuloso !!!! Viva Casegas

Anónimo disse...

Então, afinal a aguardente foi feita pelo Presidente da CPC ou alguém a fez por ele?Afinal,em que ficamos?
Vale a iniciativa e realmente é pena a fraca adesão da população.Há que preservar o que de bom ainda temos!
Muitos PARABÉNS pela iniciativa e faço votos que o número de participantes aumente significamente para bem de todos.
Nestas iniciativas há que pôr de lado a politica pois as obras feitas é que dão fruto.

À Manjedoura disse...

A Jeropiga de marmelo (e não aguardente), apesar de ser minha e ter sido feita sob a minha instrução, foi feita por outra pessoa, o jornalista é que por lapso ou por achou que ficava a niticia mais cor de rosa, resolveu escrever que eu próprio a fiz, mas a verdade é que foi feita pela Beatriz do Gabriel e para uma primeira vez ficou exelente, foi feita com marmelos especiais de corrida, nunca tinha provado uma com sabor tão intenso a marmelo.
Pronto, está reposta a verdade.
Ah, mais:O António João é "António Pereira" e os kg de castanhas foram 30 e não 25.

Em relação a politicas, essas nunca se podem por de lado, pois estão sempre presentes no nosso quotidiano, mas há quem queira misturar as coisas...Exeptuando o caro anónimo, e um senhor cujo ao comportamento pouco democrático já nos habituou há muito, urrou ao tomar conhecimento da nova direcção:
"-Saíram de lá uns comunistas, foram p´ra lá outros."
Exeptuando os dois, aínda não me chegou aos ouvidos tais alusões, nem teem nada que chegar!
Só tenho a lamentar que esse senhor seja tão casmurro e resta sugerir-lhe que faço os acertos com o 25 de Abril, pois anda desactualizado ou parou no tempo ao emigrar.
Se a sua postura é tão atrasada, então também deve lembrar-se dos provérbios antigos, como por exemplo:
"-Cada um faz a cama em que se deita" ou aínda "quem pega com quem não bole, quer que lhe toquem no fole"

Penso que é chegada a hora de defender a associação das bocas mais sórdidas do povo e chamar à responsabilidade quem a tenta denegrir ou atribuir-lhe falsas conotações politicas.
Disse

Rui Jorge Bernardo Costa (para os recém chegados ao blog)


PS:Anónimo, veja se arranja um nome, arrisca-se na próxima a ficar a falar sózinho(a).Não é por mal, mas facilita a comunicação, imagine que agora aparece outro anónimo, logo fica a confusão instalada não é? E depois, respondo a quem?
Volte sempre, é toda a gente bem vinda!

Anónimo disse...

Anónimo,Asno,Calhondra,Almocreve e outros mais,o que são?Para mim pessalmente são anónimos pois os seus nomes de Baptismo,com toda a certeza,não serão os acima referidos.
Considerando que Anónimos há muitos, passo a partir deste momento,a identificar-me,com o pseudónimo de CARROÇA.
Até mais ver!!!!!!!

famel disse...

carroça é giro...

atumnespereira disse...

Como os senhores do Instituto do Vinho e da Vinha em lisboa nunca sairam da zona do Marquês de Pombal, nunca puderam saber ou ter conhecimento (nao se fazem trabalhos de campo)de que a jerupiga se fazia (também) com aguardente de bagaço e quando foi preciso fazer um regulamento para estas coisas, perguntaram ao contínuo lá do instituto, como é que os seus avós faziam essa coisa da Jerupiga. Como ele disse que era com "augardenti", logo puzeram como obrigaçao que teria que ser com aguardente vínica (como o vinho do Porto) para lhe dar classe. Possivelmente, nem lhes passou pela cabeça que a jeropiga fosse uma bebida mais antiga que o vinho do Porto e que ainda no sec XIX Eça de Queirós (se nao estou em erro) chamava ao vinho do Porto "uma reles jeropiga". Nao se pode esquecer que a jeropiga era conciderada uma bebida de mulheres. Nao fazia crescer pelos no peito como o bagaço...
Dos "badamerdaseternamentecontratudooquemeche", o melhor é deixa-los sem resposta. Nao vale a pena.
Quem gostava de ter estado em Casegas para o magusto era eu. Para os anónimos. Parece que ainda nao viram que existe "alguma diferença entre um anónimo que se chama atumnespereira e outro que se chama anónimo.
O atumnespereira é uma e uma só das possibilidades de der anónimo, proporcionando anonimato ao ser Joao Pereira, quando utiliza esse seu pseudónimo. O ser que se identifica como o "anónimo", ao ter a possibilidade de ser todos ao mesmo tempo, acaba por nao ser nenhum, ou nao ter uma identidade. pois, se todos nos identificassemos como o "anónimo" isso tornaria o diàlogo impossível. Eu sei que até dá um ar de moderno utilizar isso como uma forma de estilo, mas convenhamos o modernismo acabou nos anos sessenta e estamos no pós-modernismo, actualizem-se. (ou entao, deixem as borbulhas da puberdade...)

Zé Tó Calhondra disse...

xiiiiiiii...

Antes de mais Carroça, para ti é Sr Zé Tó Calhondra e fica tu a saber que no BI é António José Calhondra, 1,65, solteiro quarentão, nascido e residente em Casegas.

Portanto onde está o anonimato?

Quanto ao resto só tenho a aplaudir os "discurso" do Manjedoura e do Atum (carinhosamente!).

E viva Casegas.

Anónimo disse...

UUUUUAU!!!!SR. Zé Tó Calhondra,somos da mesma geração!
Quem diria?
Fique então sabendo que também nasci em Casegas.
Anos 60......que loucura!
Aplaudo juntamente consigo a minha terra e tudo de positivo que nela "floresça" para o seu desenvolvimento.
Quanto ao ATUM,só te quero dizer que tens toda a razão,daí eu já ter a minha identificação-CARROÇA.
Já agora , conheço-te,pois vivênciamos algumas experiências,que ainda hoje recordo com muita saudade.
Sem querer abusar deste espaço,gostaria de aqui dar algumas sugestões,nomeadamente a actividades\eventos,de forma a angariar fundos para a CPC(PARA QUE ESTE ESPAÇO CONTINUE ABERTO A TODA A POPULAÇÃO EM GERAL,independentemente de credos,politicas ou religiões)
Assim,passo a nomear o que de momento me ocorre:
_Feira de Natal,com artigos artesanais(pegas para a cozinha,quadros,doçaria diversa,etc)
_Cabaz de Natal\Ano Novo(rifas)
-Cantar as Janeiras(reviver uma tradição)
_Teatro
-Baile de Carnaval( melhor Mascarado,com materiais reciclados,o chamado Lixo)
Depois dou mais algumas sugestões se estiverem interessados, pois o dever chama-me!
Até breve.

CARROÇA disse...

AS MINHAS DESCULPAS, SOU CARROÇA ....

carroça disse...

Ah!FAMEL...quero agradecer-te por gostares da minha identificação.Optei por esta, porque se adapta a este ambiente(Asno,Manjedoura...).Vai daí,puxei pela mioleira,pois deram-me na cabeça,e...SOU a CARROÇA.
Carrego um pouco de tudo,desde TRISTEZA até ESPERANÇA!!!
Até mais ver!