Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, agosto 29, 2011

Correio do leitor: Cão vitima de maus tratos em Casegas

"Peço a quem puder falar com a familia ( Conceição salvo erro Balocas) que mora na rua Monsenhor Alves Brás em Casegas junto à minha casa para os alertar de que têm um cão acorrentado há anos com uma corrente minuscula e em condições muito desumanas e que aquilo é um crime que estão a fazer ao animal! Para se defender do sol escaldante faz um buraco na terra mas a corrente mal dá para se lá enfiar fica com o pescoço pendurado e numa aflição! Eu já chamei a atenção do filho e ele diz que vai mudar de corrente mas já lá vai um ano e continua tudo na mesma! Será que vai ser necessario alertar o serviço de proteção aos animais? Em Portugal, são milhares os cães condenados a prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional. Estes animais nada de mal fizeram; nunca cometeram um crime. Contudo, são sujeitos a um castigo pior do que a morte: uma vida inteira na extremidade de uma corrente. Quando está calor, muitos não têm nem um bocadinho de sombra para se refrescarem; quando está frio, enroscam-se totalmente para não morrerem congelados.

Eu cresci sempre ao lado de cães presos. Enquanto fui criança, ninguém me ensinou que era preciso tratá-los com dignidade.

Gostarias de viver uma vida inteira amarrado a uma cama, a calcares as tuas fezes e a tua urina, como estes cãezinhos das fotografias?

E tu, já aprendeste algo sobre isto na escola? Se não, imprime esta página e leva para a tua sala de aula. Podes também fazer um cartaz para distribuíres pelos teus colegas: inseres uma das fotos e juntas algumas palavras para sensibilizares os/as teus/tuas colegas."