Ocorreu um erro neste dispositivo

quinta-feira, setembro 30, 2010

VENDE-SE





VENDE-SE CASA COM 650m de terreno (CASEGAS).
R/C amplo, com paredes de 1m de espessura, com estrutura em betão armado. Soalhos em bom estado de conservação. Com alambique.
70 000€ (valor negociável)

quarta-feira, setembro 29, 2010

E siga o gamanço...

ESTA VALE A PENA DIVULGAR!!! é uma verdadeira
vergonha...

...batendo as asas pela noite calada... vêm em bandos, com pés de veludo...» Os Vampiros do Século XXI:
A Caixa Geral de Depósitos (CGD) está a enviar aos seus clientes mais modestos uma circular que deveria fazer corar de vergonha os administradores - principescamente pagos - daquela instituição bancária.
A carta da CGD começa, como mandam as boas regras de marketing, por reafirmar o empenho do Banco em oferecer aos seus clientes as melhores condições de preço
qualidade em toda a gama de prestação de serviços, incluindo no que respeita a despesas de manutenção nas contas à ordem.
As palavras de circunstância não chegam sequer a suscitar qualquer tipo de ilusões, dado que após novo parágrafo sobre racionalização e eficiência da gestão de contas, o estimado/a cliente é confrontado com a informação de que,
para continuar a usufruir da isenção da comissão de despesas de manutenção, terá de ter em cada trimestre um saldo médio superior a EUR1000, ter crédito de vencimento ou ter aplicações financeiras associadas à respectiva conta.
Ora sucede que muitas contas da CGD,designadamente de pensionistas e reformados, são
abertas por imposição legal.
É o caso de um reformado por invalidez e quase septuagenário, que sobrevive com uma
pensão de EUR243,45 - que para ter direito ao piedoso subsídio diário de EUR 7,57 (sete euros e cinquenta e sete cêntimos!) foi forçado a abrir conta na CGD por determinação expressa da Segurança Social para receber a reforma.
Como se compreende, casos como este - e muitos são os portugueses que vivem abaixo ou no limiar da pobreza - não podem, de todo, preencher os requisitos impostos pela CGD e tão pouco dar-se ao luxo de pagar despesas de manutenção de uma conta que foram constrangidos a abrir para acolher a sua miséria.
O mais escandaloso é que seja justamente uma instituição bancária
que ano após ano apresenta lucros fabulosos e que aposenta os seus administradores, mesmo quando efémeros, com «obscenas» pensões (para citar Bagão Félix), a vir exigir a quem mal consegue sobreviver que contribua para engordar os seus lautos proventos.
É sem dúvida uma situação ridícula e vergonhosa, como lhe chama o nosso leitor, mas as palavras sabem a pouco quando se trata de denunciar tamanha indignidade.
Esta é a face brutal do capitalismo selvagem que nos servem sob a capa da democracia, em que até a esmola paga taxa.
em respeito pela dignidade humana e sem qualquer resquício de decência, com o único objectivo de acumular mais e mais lucros, eis os administradores de sucesso.
Medita e divulga... Mas divulga mesmo por favor...
Cidadania é fazê-lo, é demonstrar esta pouca vergonha que nos atira para a miserabilidade social.
Este tipo de comentário não aparece nos jornais, tv's e rádios... Porque será???
Eu já fiz a minha parte. Faz a tua.

terça-feira, setembro 28, 2010

Ministro das Finanças Suíço fala sobre Portugal

Lince - Conversor para nova ortografia‏

Foi lançado pela Ministra da Cultura o Lince-conversor para a nova ortografia, produzido por uma equipa do Instituto de Linguística
Teórica e Computacional, sob a orientação da Prof. Doutora Margarita
Correia. É uma ferramenta gratuita que permite converter documentos
inteiros à velocidade da luz, transformando o português de antes no
português de amanhã. Está disponível no Portal da Língua Portuguesa,
em:


http://www.portaldalinguaportuguesa.org/index.php?action=lincea

Eu, a não ser que seja obrigado, recuso-me a escrever neste  dialecto. Antes queria o Caseguês ou até o mirandês.
Mas quem for obrigado, cá fica o link

Só nos gozam estes ditos socialistas...

Quando passar numa das principais artérias da cidade de Lamego, não vai precisar de muita atenção para esbarrar numa original placa. Não se trata de um escritório de advogado, ou um consultório médico, nem mesmo de um gabinete de contabilidade, mas sim da novíssima profissão liberal de, imagine lá... deputado!A mediocridade não enxerga além de si mesma, já dizia Doyle e, antigamente este tipo de pessoas recebiam apropriado adjectivo mas hoje, ainda que tal aconteça pouco lhes importa... já perderam a noção do ridículo e a vergonha!

"Socialistas"...Do PS, que eu conheça, chegam os dedos duma mão para os contar. 
Lobos vestidos de ovelha e sepulcros caiados de branco...?UUUUII isso  é mato!

domingo, setembro 19, 2010

1º album dos Velha Gaiteira

Comprem que vale a pena, este trabalho de sons da nossa região e não só. Não é aquele album estridente de gaitas que por vezes chega a maçar. Está bem arejado de belas vozes e novas sonoridades trazidas também por vários artistas convidados da Velha.



Bem hajam pelo "bem haja" companheiros! Abraço!

sábado, setembro 18, 2010

Adeus cozinha! FInalmente descobri a minha vocação...e a saída da crise!

...e já arranjei três ajudantes que chegaram à mesma conclusão!


 ...isto está a correr bem até...acabo de receber o currículo deste também! E deste:


Eureka!!! É o futuro!!! Descobri a saída da crise!!!

quinta-feira, setembro 16, 2010

Gosto de dizer palavrões



«Se há palavras realmente repugnantes são as decentes.» «É pior falar mau português do que falar mal em bom português»... «E, para obscenidade, já basta a vida em si.»
O Largo de São Carlos serve de abrigo para a poesia erótica e satírica. Rita Blanco, Miguel Guilherme e Diogo Dória emprestam o corpo e a voz aos poemas de Bocage, Alexandre O'Neill, Mário Henrique Leiria, Mário Cesariny, Bernardo Soares, Alberto Pimenta, Pedro Mexia, Miguel Esteves Cardoso, Adília Lopes, entre outros.

quarta-feira, setembro 15, 2010

Correio do leitor

Se soubesse que a "capsaicina" destruia o lixo que paira na represa junto à ponte, plantava lá uns pezitos de piripiri. Jamais se viu aquele local com tanta imundicie a boiar. Como se não bastassem latas garrafas e sacos de plástico, temos agora misturado um líquido oleoso e esbranquiçado, quiçá oriundo da lavagem de pincéis e betoneiras de alguma obra que tem ligação à rede de águas pluviais que serve o arruamento entre a fonte do marco e a ponte ou outras que nela desembocam.
Onde param os Autarcas da Junta de Freguesia que se eclipsaram e ninguém vê? É verdade que acabou o tempo das vacas gordas mas fazer vista grossa a tudo é incompetência, incúria e irresponsabilidade.

(compentário ao post dos piri-piris)

terça-feira, setembro 14, 2010

Os velhotes da velhota do velhote...os meus bisavos

A minha bisavó Teresa e o meu bisavô Evaristo, pais da minha avó Maria Dias (A Ti Estefânia da Carreira). Brutal esta imagem bem como os traços das pessoas de outrora marcadas pelo trabalho e pelos tempos difíceis "de algum dia"...
Esta foto será de 1800 e carqueijas...

Pensa antes de publicar

segunda-feira, setembro 13, 2010

Amor de mãe...

No rio...


Na Africa...


Na India...


No oceano...




No estacionamento do LIDL...

Comam Piri-Piri

Dê picante à sua vida...

 Hoje em dia, parece que tudo o que é bom faz mal, mas os amantes da comida indiana têm boas razões para alegrar-se.

 Um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh revelou  que a capsaicina, o composto que torna as malaguetas picantes, combate  activamente o cancro do pâncreas, levando as células cancerosas a autodestruírem-se.

(curcuma)
 
 Num estudo separado do Centro Oncológico M D. Anderson, da Universidade do Texas, descobriu-se que a curcumina, que se encontra no açafrão-das-índias  e em muitos pós de caril, bloqueava uma via de passagem biológica necessária ao desenvolvimento dos melanomas e outros cancros. Já se sabia  que a curcumina tinha propriedades anti-oxidantes e anti-inflamatórias; 

Esta nova descoberta também pode ajudar a explicar porque é que a Índia regista dez vezes menos casos de cancros do cólon, mama, próstata e  pulmões, do que o país que em todo o Mundo gasta mais dinheiro em medicamentos: os Estados Unidos.

Assim tamain eu lá ía!

domingo, setembro 12, 2010

Chocalhos 2010

Programa:
17 de Setembro
19h00 - Abertura - Arruada com Zabumbas de Alpedrinha
21h00 - Oficina do Feltro - Mostra do Ciclo da Lã
(A cardação, fiação e feltragem)
Instalação de Feltro “Fios Puxados”
Casa do Pátio
21h00 - Construção de Instrumentos Musicais Pastoris - OCAIA (Associação de Artes e Saberes Tradicionais)
Terreiro de Santo António
21h00 - Demonstração da feitura da Travia e do Queijo pela
Associação de Queijeiros da Soalheira
Terreiro de Santo António
Animação de Rua
Arranca-Telhados
Carriços
Tokavacalhar
Ovelha Negra
Foles da Beira
Bombos da Junta de Freguesia do Fundão
Grupo de Cantares da Escola Secundária do Fundão
Bombos da Capinha
Zabumbas de Alpedrinha
Grupo de Bombos de Alcongosta
21h00 - Grupo de Cantares Ponto e Linha (Souto da Casa)
Terreiro de Santo António
23h00 - Musicalbi
Largo do Chafariz
00h30 – Velha Gaiteira – apresentação novo CD
Largo do Chafariz
18 de Setembro
10h00 - Abertura - Arruada com grupo de Bombos
11h00 - Oficina do Feltro - Festa da Lã com a Colaboração do grupo feminino de Viana do Alentejo
Casa do Pátio
14h00 - Concurso pedagógico do Cão da Serra da Estrela
Terreiro de Santo António
Construção de Instrumentos Musicais Pastoris - OCAIA
(Associação de Artes e Saberes Tradicionais)
Terreiro de Santo António
16h00 e às 21h00 - Demonstração da feitura da Travia e do Queijo pela
Associação de Queijeiros da Soalheira
Terreiro de Santo António
Animação de Rua
Zigzagaita
Cornes
Carriços
Ovelha Negra
Roncos e Curiscos
Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho
Foles da Beira
Grupo de música popular “As sementinhas do Centro de Dia do Castelejo”
Grupo de Bombos do Alcaide
Grupo de Bombos da Barroca
Zabumbas de Alpedrinha
Grupo de Concertinas da Barrenta
20h30 - Grupo de Cantares de Alpedrinha
Terreiro de Santo António
22h00 - Pedro Mestre e os cardadores
Casa do Pátio
23h30 – Concerto “O Romance da Transumância” de Sebastião Antunes
Largo do Chafariz
19 de Setembro
8h00 - Percurso Pedestre com rebanho
Fundão-Alpedrinha
Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho
Ponto de Encontro: Praça do Município ( Fundão )
14h00 - Construção de Instrumentos Musicais Pastoris - OCAIA
(Associação de Artes e Saberes Tradicionais)
Terreiro de Santo António
Animação de Rua
Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho
Grupo de Cantares de Santo André (Telhado)
Grupo de Gaita de Beiços da Rapoula
Carriços
Foles da Beira
Grupo de Concertinas da Barrenta
Grupo de Cantares Nossa Senhora do Mosteiro (Freixial)


fundaoturismo.pt

quarta-feira, setembro 08, 2010

Ai, q´inté me dá u sone

Sacrificios inevitáveis

O nosso Barrosinho que anda lá por fora a lutar pela vida, (cuidado não vá o Sarkozy repatriar-te), vai fazer o primeiro Discurso da União no Parlamento Europeu. A coisa está a entusiasmar tanto os Euro deputados que tiveram de impor multas a quem falte. É para não pensarem que ser deputado europeu é só mordomias e descanso. De quando em vez, quando por lá passam mais televisões, têm de fazer o frete de lá ir. 

Por KAOS