Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, maio 30, 2008

Justiça Criminosa

«A JUSTIÇA CRIMINOSA»

NB: Não sabemos em que jornal foi publicado o artigo de Clara Ferreira Alves, e que aqui publicitamos, já que nos foi transmitido por amigo que também não conseguiu descobrir a fonte. Pela clarividência que revela , vale apena ler e meditar! ...


*A Justiça criminosa* por Clara Ferreira Alves

«Portugal tem um défice de responsabilidade civil, criminal e moral muito maior do que o seu défice financeiro, e nenhunm português se preocupa com isso apesar de pagar os custos da morosidade, do secretismo, do encobrimento, do compadrio e da corrupção. Os portugueses, na sua infinita e pacata desordem existencial, acham tudo "normal" e encolhem os ombros. Por uma vez gostava que em Portugal alguma coisa tivesse um fim, ponto final, assunto arrumado. Não se fala mais nisso. Vivemos no país mais inconclusivo do mundo, em permanente agitação sobre tudo e sem concluir nada.
Desde os Templários e as obras de Santa Engrácia, que se sabe que nada acaba em Portugal, nada é levado às últimas consequências, nada é definitivo e tudo é improvisado, temporário, desenrascado. Da morte de Francisco Sá Carneiro e do eterno mistério que a rodeia, foi crime, não foi crime, ao desaparecimento de Madeleine McCann ou ao caso Casa Pia, sabemos de antemão que nunca saberemos o fim destas histórias, nem o que verdadeiramente se passou nem quem são os criminosos ou quantos crimes houve.
Tudo a que temos direito são informações caídas a conta-gotas, pedaços do enigma, peças do quebra-cabeças. E habituámo-nos a prescindir de apurar a verdade porque intimamente achamos que não saber o final da história é uma coisa normal em Portugal e que este é um país onde as coisas importantes são "abafadas", como se vivêssemos ainda em ditadura. E os novos códigos Penal e de Processo Penal em nada vão mudar este estado de coisas. Apesar dos jornais e das televisões, dos blogues, dos computadores e da Internet, apesar de termos acesso em tempo real ao maior número de notícias de sempre, continuamos sem saber nada, e esperando nunca vir a saber com toda a naturalidade. Do caso Portucale à Operação Furacão, da compra dos submarinos às escutas ao primeiro-ministro, do caso da Universidade Independente ao caso da Universidade Moderna, do Futebol Clube do Porto ao Sport Lisboa Benfica, da corrupção dos árbitros à corrupção dos autarcas, de Fátima Felgueiras a Isaltino Morais, da Braga parques ao grande empresário Bibi, das queixas tardias de Catalina Pestana às de João Cravinho, há por aí alguém que acredite que algum destes secretos arquivos e seus possíveis e alegados, muito alegados crimes, acabem por ser investigados, julgados e devidamente punidos?
Vale e Azevedo pagou por todos.
Quem se lembra dos doentes infectados por acidente e negligência de Leonor Beleza com o vírus da sida? Quem se lembra do miúdo electrocutado no semáforo e do outro afogado num parque aquático? Quem se lembra das crianças assassinadas na Madeira e do mistério dos crimes imputados ao padre Frederico? Quem se lembra que um dos raros condenados em Portugal, o mesmo padre Frederico, acabou a passear no Calçadão de Copacabana? Quem se lembra do autarca alentejano queimado no seu carro e cuja cabeça foi roubada do Instituto de Medicina Legal?
Em todos estes casos, e muitos outros, menos falados e tão sombrios e enrodilhados como estes, a verdade a que tivemos direito foi nenhuma. No caso McCann, cujos desenvolvimentos vão do escabroso ao incrível, alguém acredita que se venha a descobrir o corpo da criança ou a condenar alguém? As últimas notícias dizem que Gerry McCann não seria pai biológico da criança, contribuindo para a confusão desta investigação em que a Polícia espalha rumores e indícios que não têm substância.
E a miúda desaparecida em Figueira? O que lhe aconteceu? E todas as crianças desaparecida antes delas, quem as procurou? E o processo do Parque, onde tantos clientes buscavam prostitutos, alguns menores, onde tanta gente "importante" estava envolvida, o que aconteceu? Arranjou-se um bode expiatório, foi o que aconteceu. E as famosas fotografias de Teresa Costa Macedo? Aquelas em que ela reconheceu imensa gente "importante", jogadores de futebol, milionários, políticos, onde estão? Foram destruídas? Quem as destruiu e porquê? E os crimes de evasão fiscal de Artur Albarran mais os negócios escuros do grupo Carlyle do senhor Carlucci em Portugal, onde é que isso pára? O mesmo grupo Carlyle onde labora o ex-ministro Martins da Cruz, apeado por causa de um pequeno crime sem importância, o da cunha para a sua filha. E aquele médico do Hospital de Santa Maria suspeita de ter assassinado doentes por negligência? Exerce medicina?
E os que sobram e todos os dias vão praticando os seus crimes de colarinho branco sabendo que a justiça portuguesa não é apenas cega, é surda, muda, coxa e marreca.
Passado o prazo da intriga e do sensacionalismo, todos estes casos são arquivados nas gavetas das nossas consciências e condenados ao esquecimento. Ninguém quer saber a verdade. Ou, pelo menos, tentar saber a verdade.
Nunca saberemos a verdade sobre o caso Casa Pia, nem saberemos quem eram as redes e os "senhores importantes" que abusaram, abusam e abusarão de crianças em Portugal, sejam rapazes ou raparigas, visto que os abusos sobre meninas ficaram sempre na sombra.
Existe em Portugal uma camada subterrânea de segredos e injustiças, de protecções e lavagens, de corporações e famílias, de eminências e reputações, de dinheiros e negociações que impede a escavação da verdade. Este é o maior fracasso da democracia portuguesa.»

In Reginot

domingo, maio 25, 2008

ASPP e Casa do Povo juntos na luta contra o cancro no dia mundial da criança

Para download: clicar com botão do lado direito do rato-> Guardar como...->escolher destino e guardar para de seguida imprimir.

Inscrições: www.aspp-psp.pt
cpcasegas.caminhadas@gmail.com
Telefones mencionados no cartaz

(clicar no cartaz para melhor visualizar)



Também em Blog Núcleo da Caminhadas da Casa do Povo de Casegas (visitar)

quinta-feira, maio 22, 2008

Os combustiveis "preto no branco"

APROVEITANDO A ESPECULAÇÃO , A GALP COBROU PREÇOS EXCESSIVOS E OBTEVE 69 MILHÕES DE EUROS DE LUCROS EXTRAORDINÁRIOS EM 3 MESES, O TRIPLO DE 2007
A GALP e as outras petroliferas acabaram de aumentar novamente os preços dos combustiveis em Portugal. No estudo que envio, utilizando os dados das contas referentes ao 1º Trimestre de 2008 da GALP que acabaram de ser divulgadas, mostro que isso é determinado pela forma como são calculados os preços dos combustiveis pelas petroliferas, que não se baseiam em custos efectivos, mas sim na média dos preços especulativos dos produtos refinandos registados nos mercados internacionais na semana anterior. De acordo com cálculos que constam também do estudo que envio, só no 1º Trimestre de 2008, a GALP embolsou, por essa razão, 69 milhões de lucros extraordinários que é superior em 286% ao do 1º Trimestre de 2007. É urgente que o governo imponha a alteração da formula como são calculados os preços de venda dos combustiveis em Portugal, passando a ser feito como fazem a generalidade das empresas, ou seja, com base em custos efectivos a que adicionam uma margem de lucro que devia também ser controlada numa altura em que se pedem tantos sacrificios aos portugueses porque, como é sabido, não existe uma verdadeira concorreência neste campo em Portugal pois, caso contrário, os portugueses continuaraão a pagar a especulação que as petroliferas se estão a aproveitar para inflacionar injustificadamente os preços dos combustiveisa. E é previsivel que a especulação continue a dominar os mercados internacionais do petróleo.
Espero que este estudo possa ser útil.
Consulte aqui o estudo

Eugénio Rosa Economista.

O PinókiKalimero

O Calimero

Ontem o Engenheiro considerou que esta crise mundial como uma injustiça para este governo que tanto fez para equilibrar as contas publicas e que agora vê tudo a desmoronar-se à sua volta. É uma injustiça para nós portugueses, não para o governo do Engenheiro que está a ser vitima exactamente das políticas que defende. Quem defende o liberalismo, quem defende o capitalismo global, quem defende que devem ser os mercados a auto regularem-se, quem defende a retirada do estado de todo o lado? Eu não certamente, e aqui já o referi diversas vezes, pelo que afirmo que a culpa é dele, do Engenheiro, dos Portas, dos Santanas, dos Cavacos, de todos os que deram mão livre aos senhores do grande capital e agora se admiram que eles abusem. Estavam à espera de quê?

kaos

quarta-feira, maio 21, 2008

OTL. Abertas inscrições.

OTL
(Ocupação de tempos livres)


Informam-se todos os jovens com idades compreendidas entre os 12 e os 25 anos, que queiram candidatar-se aos programas OTL curta duração para o período de férias no mês de Julho e Agosto, podem já faze-lo. Para mais informações dirige-te à Casa do Povo de Sexta a Domingo. Como podes obter os formulários de Candidatura? - Pedes na Casa do Povo ou clicas neste logótipo e imprimes as duas páginas:

O que eles não querem que se saiba...



As 'nossas' TV´s não passam actualmente estas reportagens por não serem politicamente correctas (outra maneira de dizer 'não vamos incomodar os nossos parceiros nos negócios corruptos')

EM BAIXO UMA CRÓNICA DE UM ANGOLANO CHAMADO NINITO A todos aqueles que de uma maneira ou outra, Angola lhes diz alguma coisa, não deixem de ver e divulgar este pequeno documentário.

Esta é a realidade Angolana, não aquelas fotos de Avenidas cheias de prédios Novos e Grandes, projectos de nova Marginal e Cidade nova lá para os lados da Praia do Bispo e Corimba.
Governo de Ladrões bandidos e assassinos. O povo Angolano sofre agora como nunca sofreu. No tempo dos chamados colonos, nunca eu vi crianças a viverem nos esgotos e a comerem ' NADA ' Angola é rica mas só para meia dúzia, e hoje é recolonizada, por estrangeiros de todo o mundo. Esta definitivamente não é a Angola que os Portugueses fizeram, não é a Angola que os Portugueses queriam para todos e tão pouco é a Angola que os Portugueses deixaram, esta é a Angola da agonia, da corrupção, da desigualdade sem precedentes, da falta de vergonha e da falta de respeito pelo mais sagrado direito : A VIDA HUMANA.

ABAIXO O GOVERNO ANGOLANO. Quando os Americanos sugarem todo o petróleo, quero ver o que irá acontecer ! Estarei sempre ao lado de todos aqueles que são povo ANGOLANO, mas nunca ao lado daqueles que delapidam em seu proveito pessoal e de suas famílias, tudo o que Angola tem e que os Portugueses souberam preservar durante 500 anos. Nunca os Portugueses fizeram em 500 anos, o que os novos representates da pseudo-independente Angola, estão a fazer e fizeram em sómente 30 anos. Que vergonha meus senhores. Abaixo a propaganda falsa e hipócrisia do Governo Angolano



sexta-feira, maio 16, 2008

Entenderam bem porque é que existem listas de espera???

Em 6 dias operou tanto como 5 médicos!!! num ano e por metade do preço cobrado na privada.

Em seis dias, um oftalmologista espanhol realizou 234 cirurgias a doentes com cataratas no Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro, num processo que está a "indignar" a Ordem dos Médicos. Os preços praticados são altamente concorrenciais, tendo sido esta a solução encontrada pelo hospital para combater a lista de espera. O paciente mais antigo já aguardava desde Janeiro de 2007, tendo
ultrapassado o prazo limite de espera de uma cirurgia. No ano passado chegaram a existir 616 novas propostas cirúrgicas em espera naquela unidade de saúde. Os sete especialistas do serviço realizaram apenas 359 operações em 2007 (cerca de 50 por médico num ano). No final do
ano passado, a lista de espera era de 384, e foi entretanto reduzida a 50 com a intervenção do médico espanhol.

A passagem pelo Barreiro durante o mês de Março - onde garante regressar nos próximos dois anos, embora o hospital não confirme. Foi a segunda experiência em Portugal do oftalmologista José Antonio Lillo.
Bravo, detentor de duas clínicas na Extremadura espanhola - em Dom Benito (Badajoz) e Mérida. Entre 2000 e 2003 já havia realizado 1500 operações no Hospital de Santa Luzia, em Elvas, indiferente às "críticas" de que diz ter sido alvo dos colegas portugueses. "Eu percebo a preocupação deles e sei porque há listas de espera tão grandes em Portugal. É que por cada operação no privado cobram cerca de dois mil euros", diz ao DN o oftalmologista espanhol, inscrito na Ordem dos Médicos portuguesa, que cobrou 900 euros por cada operação realizada no Barreiro.

As 234 cirurgias realizadas no Barreiro, por um total de 210 mil euros, foi o limite possível sem haver necessidade de abrir concurso público internacional, sendo que o médico fez deslocar a sua equipa e ainda o microscópio e o facoemulsificador. O hospital disponibilizou somente um enfermeiro para prestar apoio.

HÁ QUE ACABAR COM A CHULAGEM DA ORDEM DOS MÉDICOS, BAIXAR AS MÉDIAS DE MEDICINA E ABRIR NOVAS FACULDADES. ASSIM ACABA-SE A MAMA DESTA CAMBADA DE PARASITAS

Luís Carvalho (Lyonnais aka Abrantes)

Vêm em bandos com pés de veludo...

Chupar o sangue fresco da manada...

NÃO BASTA SALTAR!
NÃO BASTA GRITAR!
NÃO BASTA ERGUER O CACHECOL!
AJUDE O BES!!!

Para quem desdenha dos vendedores de automóveis, os senhores do BES como angariadores de sócios de selecções, também deixam muito a desejar...
Bem, também me poderiam responder:
- E quem disse que a ideia é ajudar a selecção?
A verdade é que no euro 2004 houve mobilização e apoio pelo país inteiro e não foi preciso cartões da treta alguns.
Visto isto, a questão que se me põe é:
Quem é que afinal anda a angariar o quê e para quem?
Lamentável é ver o desporto envolvido nestas caldeiradas.

Todo-o-Terreno (TT) no PNSE o paradigma da mobilidade INsustentável


As actividades de TT organizadas pelas empresas de animação turísticas (puro negócio) ou de grupos informais, para além de não serem uma actividade sustentável, quer uns queiram ver, quer não – e sempre assim será ao contrário do que os seus praticantes se esforçam por fazer crer - fomenta exactamente a degradação ambiental: maior emissão de gases de efeito de estufa que um veiculo ligeiro citadino, forte erosão dos solos, destruição da vegetação, possível atropelo de fauna e visitantes pedestrianistas, ruído que assusta animais e anula a experiência genuína dos visitantes que gostam efectivamente da natureza,…delapidam e ajudam a abrir cicatrizes onde dantes existiam natureza e belas paisagens livres de marca humanas.

Ler noticia complete in Kaminhos

quinta-feira, maio 15, 2008

E purque tams nu mês de Maria...

...um filme de Fátma!



Reclame:

"Se tem uma promessa para cumprir e o não pode fazer, ou se simplesmente quer agradecer a N.ª Sr.ª de Fátima as Boas Graças recebidas ao longo da vida,

Carlos Gil
Percorre por si, o caminho de Fátima a pé, e transporta com ele o pagamento da sua promessa ou o seu agradecimento a N.ª Sr.ª de Fátima.
Acende, em seu nome, o nº de velas prometido no Santuário."

Pa mor de ver u saite carregue aqui

Faltô falar na mlhor parte, que deu hoje na tervisão, cada camnheda leva 2.500 aérios.

Correio do Vaticano

Conto do bosque: "O urso e o coelho"



Moral da stória:
A jainte, per mai que nos pareça facel a resposta, tain de pinsar in manêras e cum terminos nu que dize qué pra mor de respunder in modo!

Caminhada em Alpedrinha


Núcleo de Caminhadas da CPC

Coitadinhooo...

Perdão

"Peço desculpa. Vou deixar de fumar."
(José Sócrates)

O Sócrates tem realmente muitas razões para dever pedir desculpas. Das mentiras, dos enganos, de muita miséria e pobreza que criou, e muito, muito mais. Escolheu o ter fumado um cigarro num avião, para vir dar uma imagem de ser humano que até reconhece um erro e assim acabar com a polémica. Ganha a sua imagem perante este acto de contrição. Por mim, deixava-o fumar à vontade, não o deixava era governar (nem fazer projectos de engenharia por uma questão de segurança).

por kaos

terça-feira, maio 13, 2008

O que aconteceu em Fátima a 13 de Maio de 1917?

(clique para aumentar)
Resposta de Padre Mário:

Começo por declarar que Fátima é, porventura, a maior mentira fabricada por um certo tipo de Catolicismo português que, estranha e escandalosamente, sempre contou e continua ainda hoje a contar, apesar de entretanto ter acontecido o Concílio Vaticano II, com o reconhecimento da generalidade dos Bispos, da Cúria Romana e até do Papa, nomeadamente, do actual Papa João Paulo II, que, como se sabe, é um dos filhos mais idolatrados da católica Polónia e um fruto acabado do seu feroz anticomunismo/anti-ateísmo primário. O que aconteceu em Fátima em 13 de Maio de 1917? Depois de muito me ter debruçado sobre o fenómeno, cheguei à conclusão de que o dia 13 de Maio de 1917 foi o início da fabricação da grande mentira que é hoje Fátima. O clero da região preparou tudo ao pormenor e fez acontecer aquela "aparição". Depois, a credulidade e a crassa ignorância teológica e evangélica das populações da época, mais o obscurantismo e o medo em que viviam no seu dia a dia, fizeram o resto. Até fizeram acontecer o chamado "milagre do sol", uma inventona objectivamente boba e humanamente ignóbil. Que fique bem claro, duma vez por todas: Não há, nunca houve, nem jamais haverá aparições de Maria, mãe de Jesus, a ninguém, crianças ou adultos, mulheres ou homens. Apareça o primeiro teólogo cristão que me desminta de forma fundamentada. Por isso, tudo o que se disser a este respeito – e muito se tem dito e escrito, infelizmente – é mentira, fantasia, exploração da credulidade das pessoas simples e ingenuamente propensas ao maravilhoso. Não tem qualquer verdade objectiva e cientificamente comprovada. E repugna ao núcleo essencial da Fé cristã jesuânica! O que as três crianças de Fátima "viram" e "ouviram" – se é que elas viram e ouviram alguma coisa no dia 13 de Maio de 1917 – foi apenas o que elas já tinham nos seus próprios cérebros aterrorizados pelas pregações da Santa Missão e pela leitura em família do livro Missão Abreviada. Porém, pela forma como toda esta mentira foi inicialmente montada e é oficialmente relatada, o mais que pode ter acontecido foi uma dramatização teatral, em que Lúcia, a mais velha das três crianças, fez o papel de actriz principal. Nada mais do que isso. E se dissermos que em Fátima houve uma manifestação do "divino" ou uma comunicação do "céu" com a terra, mentimos com quantos dentes temos na boca. Um tal "divino" não passaria, afinal, de demoníaco. Aliás, é este demoníaco que, em nós, no nosso inconsciente individual e sobretudo colectivo, sempre espera, pede, reclama e exige de Deus "milagres", manifestações do "sobrenatural". Pelos frutos – diz Jesus no Evangelho – se conhece a árvore. Neste caso, se conhece Fátima. Ora, os frutos de Fátima e da sua senhora cega, surda e muda foram e continuam a ser tão perversos, tão inumanos, tão cruéis, tão alienadores, tão anti-Evangelho, tão anti­‑Jesus de Nazaré e até tão anti-Maria, sua mãe, que nada daquilo pode ter o "selo" ou a "marca" de Deus, pelo menos, do Deus de Jesus e de Maria. Tudo aquilo é idolatria, alienação, exploração, culto do medo, covil de ladrões. Por isso, digo sem hesitar: quanto mais a Igreja católica se identificar com Fátima, mais perderá em autenticidade e em credibilidade. Fátima tem sido e continuará a ser, se a Igreja teimar em manter-se lá a arrecadar todos aqueles milhões de euros por ano e todo aquele ouro levado pelas populações adoentadas e maltratadas por economias e políticas sem misericórdia, o vírus que corrompe e paganiza o Cristianismo jesuânico.

A cova dos milhões. O cemitério da Igreja.

Pe. Mário de Oliveira

sábado, maio 10, 2008

Cursos "Gandas oportunidades"

Curiosidades

O orgasmo feminino é uma coisa da qual as mulheres percebem muito pouco, e os homens ainda menos. Pelo facto de ser uma reacção endócrina, que se dá sem expelir nada, não se apresenta nenhuma prova evidente de que aconteceu, ou de que foi simulado. Diante deste mistério, investigações continuam, pesquisas são feitas, centenas de livros são escritos, tudo para tentar esclarecer este assunto. A acompanhar este tema, deu no outro dia uma entrevista na TV com uma conhecida sexóloga, que apresentou uma pesquisa feita nos Estados Unidos na qual se mediu a descarga eléctrica emitida pela periquita no instante do orgasmo. Os resultados mostram que, na hora H, a pardaleca dispara uma carga de 250.000 micro volts. Ou seja, 5 passarinhas juntas, ligadas em série na hora do 'ai meu Deus', são suficientes para acender uma lâmpada. E uma dúzia é capaz de provocar a ignição no motor de um Carocha com a bateria em baixo. Já há até mulheres a treinar para carregar a bateria do telemóvel: dizem que é só ter o orgasmo e, tchan...carregar. Portanto, é preciso ter muito cuidado porque aquilo, afinal, não é uma rata: é uma torradeira eléctrica!!! E se der curto-circuito na hora de 'virar os olhos'? Além de vesgo, fica-se com a doença de Parkinson e com a salsicha assada. Preservativo agora é pouco: tem de se mandar encamisar na Michelin. E, no momento da descarga, é recomendado usar sapatos de borracha, não os descalçar e não pisar o chão molhado. É também aconselhável que, antes de se começar a molhar o biscoito, se pergunte à parceira se ela é de 110 ou de 220 volts, não se vá esturricar a alheira.

sexta-feira, maio 09, 2008

Paulo Bento procura reforços no Paquistão

III Caminhada Pelos Trilhos de Ourondo

Crime compensa...para alguns.


Porto – Segundo notícia hoje publicada no Correio da Manhã, o Boavista vai descer de divisão, o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, vai ser suspenso por dois anos e os «dragões» perderão seis pontos na conclusão do processo disciplinar conhecido como «Apito Final», resultante do processo judicial «Apito Dourado», por corrupção no futebol.
Segundo O Correio da Manhã, a Comissão Disciplinar da Liga de Clubes vai castigar Pinto da Costa com dois anos de suspensão enquanto que o FC Porto vai perder seis pontos, a aplicar já nesta época, além de uma multa que deverá ir de 25 aos 100 mil euros. O FC Porto é acusado de tentativa de corrupção em dois jogos da época 2003/04: no jogo com o Estrela da Amadora, apitado por Jacinto Paixão, e no jogo com o Beira-Mar, dirigido por Augusto Duarte.

Ler noticia completa no jornal digital

O Boavista parece não ter tido tanta sorte...
Este país é mesmo uma republica de bananas!

quinta-feira, maio 08, 2008

Cereja bicolor


o é só no Entroncamento que há fenómenos. Na Terra da Cereja também acontecem. Neste caso, um fenómeno da natureza. Não há aqui tratamentos de imagem nem artifícios para criar qualquer ilusão. É mesmo uma cereja com duas cores, colhida em Alcongosta.
As fotos são da Telma Rolão, que fez chegar este inédito acontecimento até ao blogue. Pelo que dá para perceber, é fruto de uma árvore enxertada, com duas variedades. Mas em vez de dar cerejas diferentes em lados diferentes da árvore, como às vezes se vê, resultou em duas qualidades na mesma cereja. Alguém já viu coisa semelhante?

in Pedaços de Alcongosta

Obrigado pelo contributo Gardunha

domingo, maio 04, 2008

Dia da mãe

Dia da Mãe


O Dia das Mães tem a sua origem no princípio do século XX, quando uma jovem americana, Annie Jarvis, perdeu sua mãe e entrou em completa depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a idéia de perpetuar a memória da mãe de Annie com uma festa. Annie quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas. Em pouco tempo, a comemoração e consequentemente o Dia das Mães se alastrou por todo Estados Unidos e, em 1914, sua data foi oficializada pelo presidente Woodrow Wilson: dia 9 de Maio. Em Portugal, o Dia das Mães é celebrado no 1º domingo de Maio.

sábado, maio 03, 2008

Lares/ Centros de dia


Idosos/Beira Interior: Mais de 6.500 esperam vaga num lar; maioria das instituições sem actividades socio-culturais - estudo

Covilhã, Castelo Branco, 30 Abr (Lusa) - A ausência de actividades sócio-culturais que estimulem os idosos é um dos principais problemas detectados nas instituições de apoio à terceira idade da Beira Interior, onde mais de 6.500 pessoas aguardam uma vaga num lar, segundo um estudo universitário. "A investigação permitiu perceber que os tempos, as rotinas, as normas e as regras são ditadas por aqueles que trabalham nas instituições e mediante as suas necessidades, e não em função de quem aí reside", refere o documento.
Lusa, Agência Portuguesa de Noticias

Ler a noticia toda aqui

quinta-feira, maio 01, 2008

História do 1º de Maio

Manifestações do Primeiro de Maio de 1886
Portugueses assinalaram em unidade o primeiro Dia do Trabalhador em liberdade em 1974

A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.

Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.

Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano