Ocorreu um erro neste dispositivo

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Ó Fernanda ! Canse-o !...


Requerimento a Fernanda Câncio (namorada do nosso PM!),
por Euleriano Ponati, poeta não titular



Ó Fernanda, dado

que já estou cansado

do ar teatral

a que ele equivale

em todo o horário

de cada canal,

no noticiário,

no telejornal,

ligando-se ao povo,

do qual ele se afasta,

gastando de novo

a fala já gasta

e a pôr agastado

quem muito se agasta

por ser enganado.

Ó Fernanda, dado

que é tempo de basta,

que já estou cansado

do excesso de carga,

do excesso de banda,

da banda que é larga,

da gente que é branda,

da frase que é ópio,

do estilo que é próprio

para a propaganda,

da falta de estudo,

do tudo que é zero,

dos logros a esmo

e do exagero

que o nega a si mesmo,

do acto que é baço,

do sério que é escasso,

mantendo a mentira,

mantendo a vaidade,

negando a verdade,

que sempre enjoou,

nas pedras que atira,

mas sem que refira

o caos que criou.

Ó Fernanda, dado

que já estou cansado,

que falta paciência,

por ter suportado

em exagerado

o que é aparência.

Ó Fernanda, dado

que já estou cansado,

ao fim e ao cabo,

das farsas que ele faz,

a querer que o diabo

me leve o que ele traz,

ele que é um amigo

de Sao Satanás,

entenda o que eu digo:

Eu já estou cansado!

Sem aviso prévio,

ó Fernanda, prive-o

de ser contestado!

Retire-o do Estado!

Torne-o bem privado!

Ó Fernanda, leve-o!

Traga-nos alívio!

Tenha-o só num pátio

para o seu convívio!

Ó Fernanda, trate-o!

Ó Fernanda, amanse-o!

Ó Fernanda, ate-o!

Ó Fernanda, canse-o!



Euleriano Ponati

(poeta não titular
)

segunda-feira, dezembro 07, 2009

A Junta vai fechar? E o Lar de Casegas? "conta-me como foi.."!

Neste momento em que os profetas da desgraça começam a espalhar que os novos eleitos para o Centro Social não são capazes de gerir a Instituição, em que se critica inclusivé por se cobrarem quotas (como se este tipo de instituições vivessem do ar e não seja legitimo cobrar as quotas quando quem não as paga é que deveria ser criticado).
Vamos lá então recordar quem pôs de pé a obra de ampliação/Lar para reposição da verdade.
Quando acabou o trabalho dos abaixo mencionados, a obra estava concluída exteriormente restando apenas a pintura e as janelas e portas exteriores que estava a ser feitas no Centro de Formação Profissional da Guarda.
É que anda por aí uma rapaziada já há alguns anos, a reclamar louros da obra. Então para que se conste aí vai:





Dos inscritos neste curso, foram seleccionados e concluiram o curso e a obra tal e qual foi descrita, os nomes sublinhados a vermelho
(clicar sobre os documentos para aumentar)
É verdade...uma curiosidade:
Alguém perdeu o Centro Dia. Será que a JFC vai fechar ou só se aplicaria o inverso?

Eleições CPC