Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, março 03, 2008

O Sócrates com letra maiúscula e o sócrates com letra minúscula.

Sócrates, o grego, que apesar de ter 2500 anos e ser filósofo, é muito mais notável do que o nosso homónimo engenheiro, seguia o lema "Conhece-te a ti mesmo". Sócrates deu a própria vida para que a verdade fosse por todos alcançada. Colocava perguntas incómodas, cujas possíveis respostas conduziam os seus interlocutores a um de dois possíveis resultados: ou à descoberta da verdade, ou então ao desmascaramento do engano com que tantas vezes se encobre a mesma verdade. Foi essa ousadia junto dos poderosos que o deitou a perder...

O nosso Sócrates, pelo contrário, alia à sua falta de convicções um uso infeliz das técnicas em que deveria revelar excelência.

O país geme no marasmo económico, sofre o aumento da carga fiscal, assiste à redução e ao encarecimento dos serviços sociais, à desertificação do interior, ao envelhecimento da população; a moral das famílias está de rastos, as expectativas dos agentes económicos são sombrias, a luz mal se vê ao fundo do túnel, e o PM o que é que faz? Demonstra compaixão, compreensão pelo sofrimento do próximo, solidariedade com os mais desfavorecidos? Nada disso.

Já nos tinha habituado ao espectáculo das suas férias de novo rico em cenários exóticos (safaris no Quénia, esqui na Suiça) em tempos de aperto e de contenção, agora deu-nos a contemplar, a propósito das recentes manifestações de descontentamento promovidas pelos sindicatos, o espectáculo da insensibilidade!

Mas a arrogância nunca é sinal de força, é prenúncio de cegueira; Vem aí 2009 e o "gigante de pés de barro" irá certamente cair!

Sem comentários: