Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, outubro 21, 2009

Pa mor de ler


Goste-se ou não da pessoa, goste-se ou não da escrita, quem não gosta nada é a igreja. Zangam-se, e zangam-se porque sabem que o que ele analisa de forma racional, lógica e cientifica o seu livro sagrado e facilmente mostra exemplos de como aquele Deus, que o homem criou, é cruel e mau. As contradições e discrepâncias são mais que muitas e facilmente evidenciadas. Contra isto, tudo o que a igreja pode argumentar é a Fé cega e irracional. Por isso se zanga, como sempre se zangou quando alguém a ousa questionar. Que se zanguem, mas não chateiem.

Txincado ó Kaos, mai um...

4 comentários:

um ateu disse...

esse sr.saramago,e mesmo um desmancha. o clero nao gosta, porque pode acontecer uma coisa muito interessante: o povo abrir os olhos,o que e um ai jesus!la se vao as esmolas,temos de trabalhar para o ganhar,enfim, aquilo que nao aconteceria se o povo fosse analfabeto e as cerimonias continuassem em latim. vai ser so para as beatas,que essas, mesmo que o saibam contiuarao a acreditar.

Anónimo disse...

É mesmo "Pra mor de *er"! E depois da luz já não há lugar para a escuridão...

Afinal há quem abra o armário!

Anónimo disse...

È difícil entender Saramago, há sempre azedume, ódio e falta de humildade, na sua forma de pensar, escreve sobre o que não conhece bem, mas é sempre bom, "fica bem" dentro de alguns círculos, "malhar" na religião e falar sobre temas do Antigo Testamento, com a interpretação que nós lhe quizermos dar.
Que sauidades tenho do Torga.

Anónimo disse...

O inexplicável gera o dogma, como verdade revelada que não precisa de ser demonstrada, pela própria natureza de quem a revela. A igreja católica é simplista na interpretação, que respeito como a de qualquer outra religião. Mas não pode querer ser fundamentalista ao ponto de pretender que só a sua ideia vingue. O elemento literal na interpretação de qualquer norma tem de estar sempre presente. É claro que a ratio também...