Ocorreu um erro neste dispositivo

quinta-feira, outubro 14, 2010

O legado da Junta de Freguesia de Casegas (correio do leitor)

Que obra deixa o homem e seus muchachos? Uma sede de Junta de vão de escada onde no piso utilizável mal cabem duas secretárias e a luz natural não entra. Ao lado o esqueleto de uma casa que diziam iria servir de museu dos monos. Mais ao lado uma posto médico exíguo onde uma única casa de banho é partilhada por H/M e no gabinete médico mal cabe a secretária do médico e uma maca/marquesa. Num recanto do Adro um estaleiro a céu aberto com tractores alfaias e lixo como paisagem de fundo para quem se dirige ao museu Monsenhor Bráz. Na área ribeirinha, junto à ponte, uma ribeira poluída, um parque de lazer votado ao abandono e um terreno público que supostamente seria para parque de campismo mas onde o Luís Grilo pastoreia a cabrada. Lá para os lados do Braceiro uma barraca que pomposamente na altura chamaram de ecoponto. Caminhos beneficiados lá para as bandas da aldeia das montanhas que servem a maison do maire e do encarregado geral.
Casas em ruínas, Aldeia sem gente, Igreja sem fiéis, escola sem alunos, terras ao abandono e outras desgraças a que nos condenaram.
Que Deus nos acuda

8 comentários:

Anónimo disse...

Caro Dias Bernardo Costa

Concordo plenamente contigo e acho que é necessário denunciar o que está mal feito.
O que me intriga é o facto de não se ver assembleia e poucas pessoais interessadas em debater tais problemas.
Já tive alguma voz activa nesse facto...mas como dizes aldeia sem gente...escola sem alunos...e obras de escarro...sem margens de dúvida que a aldeia de montanha onde habita o maire está muito bem composta, desde caminho a iluminação.
Pois o que não tem fim é esse museu, o lixo na barraca apelidada de ecoponto, aberrações paisagísticas, obras realizadas nos espaços religiosos que nem fecha portões...outras que um dia eu retrato e colaborei contigo para denunciar e dar a conhecer aos caseguenses lá de fora o que se passa realmente na nossa aldeia.
O encanto veraneante dura uns meses, mas a labuta continua nos outros restantes, sem brilho, encanto e prazer, e pelos que aqui anotam estes comentários que permanecem todo o ano nesta aldeia...fazer força que que esta história de tinta não se fique pelo electrónico, mas que corra de boca em boca para que um dia Deus não desça a terra para nos acudir.

DiasBrancoBernardoCosta disse...

Caro não sei quem,

O texto não é meu mas sim de um leitor a quem tiraria o chapéu se não fosse o anonimato.

À assembleia deixei de ir, para além de não ter sentido qualquer apoio à minha intervenção na ultima vez que estive presente,em que fui ameaçado, onde não obtive qualquer resposta por parte da Junta em exercício.
Após verificar alguma passividade,parte de todos os Órgãos (inclusive oposição), para não dizer total, em relação ao funcionamento vergonhoso dos trabalhos da mesma e pela forma como foram dirigidos os trabalhos pela mesa, o que me deu náuseas, deixei mesmo apesar das minha incompatibilidades horárias, de participar.
E nem preciso de lá ir para lá ir para dizer o que se pensa...
Vê-se lá cada martelão que estar a falar ou mijar para a parede é igual ao litro.
Pelo menos este espaço alguns desses não frequentam, o faz com que as opiniões sejam mais úteis. Pois nas assembleias da Junta de Freguesia de Casegas, pouco ou nada valem.

Anónimo disse...

Ainda se realizam Assembleias na paróquia ? Dantes ainda dava conta das magnas reuniões pois a guarda avançada composta por retornados e entornados bem cedo assentava arraiais entre o cruzamento e a porta do parlamento e depois das ditas apareciam sorridentes nos cafés da Aldeia onde raramente punham os calcantes. Como a minha espondiloartrose não me permite subir aquelas escadas e para não enxergar os martelões como diz o Dias Branco, prefiro coçar a micose. Confesso que sinto saudades do Presidente poeta que frequentemente ia rezar com os idosos do Centro de Dia, a quem no final distribuia pagelas de Santo António e São Carlos Pinto, candidatos do PPD/PSD e exortava a fugirem dos comunistas que comiam criancinhas ao pequeno almoço. Gostava tanto desse frenesim doutrora que até esquecia a minha espondiloartrose.
Gostaria que o Sr Presidente arranjasse para a gente uns aparelhinhos de electroestimulação para combatermos esta depressão colectiva que tomou conta da paróquia. Vejam lá que até o regedor deixou de fazer as rondas nocturnas para ver se o Povo descansava ou conspirava contra a dinastia reinante. Que tristeza.
Até à próxima.

Anónimo disse...

dias branco,tens bom golpe de vista,e pena que haja poucos como tu! a culpa d'essa nossa aldeia estar nessas condicoes, deve-se ao comodismo das oposicoes, que tem havido. quando ha eleicoes, quase se matam, mas depois deixam andar.parece que ,antes delas, alguns nao se deixam comprar mas depois, ficam vendidos. quando ha eleicoes, e se fazem listas,nao devia ser so para ocupar o poleiro mas sim, reprezentar quem neles votou. se a oposicao,so se ve nesses dias,seria melhor nao aparecerem pois a eles, se devem muitos desses casos!essa gente, precisa de quem lhes bata os pes. isso so pode aacontecer,se forem as assembleias, e nao terem vergonha,receio ou medo, de exprecar o pensamento proprio.

DiasBrancoBernardoCosta disse...

E quando falo de martelões e matarroanos, desta vez, refiro-me aos que se sentam na ultima fila a acenar com a cabeça, pois nada sabem dizer ou então porque chegam cansados depois de fazer o longo caminho de cerca de 150m e a subida pela escadaria ao alto do "cortiço" inspirado nas escadas da torre da igreja, arfando e aos peidos sem qualquer respeito por quem está. Outros que extorquem dinheiros aos sobrinhos para dizer somente a verdade e o que sabem, em tribunal.É a estes matumbos que me refiro neste caso, não venha eu a ser interpelado na rua por alguém que lhe assente também a carapuça e tenha de lha mandar acalcar mais uma vez (não que não lhes assentasse também diga-se).

Anónimo disse...

é a carneirada de casegas

Anónimo disse...

Decidi-me num dia destes entrar na moda das caminhadas e rumei ao Fernão Buque. Chegado à portela da risca deparei-me com um muro de vedação construido pelo Sr Abel Faustino que estrangulou a via e só pode ter sido construído à margem dos regulamentos municipais e Leis, que no caso obrigaria a que a implantação do muro fosse afastado 5 metros do eixo da via existente. Presumo que tenha sido autorizado pelo poder local bafiento autoritário e autista que está instalado no "cortiço" da rua Direita. Sabemos que a estupidez não se cura, bem pelo contrário, é tipo um vírus resistente que quando se tenta fazer algo para melhorar, estrabucha e tenta contaminar tudo e todos. Se é um dever de todos nós denunciar irregularidades que atentam contra os legítimos interesses colectivos, não deixo de perguntar por onde param ou andam as forças partidárias na oposição que não denunciam estes casos nas Assembleias e junto do departamento de obras da Câmara Municipal? E os directamente prejudicados hibernaram? Decididamente estamos a viver numa república das bananas e dos bananas. Da minha parte fiz já chegar a minha indignação à Câmara Municipal. Chega de tanta asneira

Anónimo disse...

caro anonimo das 10:58 tem toda a razao quando diz por onde andam as forças politicas da oposição pois é na verdade a eles que compete relembrar a estes SRS: as promessas que fizeram e não irao comprir ma onde eu queria mesmo chegar é aos membros da oposição pois dos três so um se pode aproveitar pois anda por la un sr. que ja comeu juntamente com os outros e agora so se dedica a dizer mal deles e quer apenas limpar o passado obscuro em que esteve envolvido com ramos e companhia por isso na minha opinião so aproveito o pires esse sim com toda a sua homildade ja lhes disse algumas verdades e sempre no interesse do povo e ainda bem que este pelo menos não vai na cantiga do chapa que é mais convencido que o zé castelo branco e cheirame que nao é pessoa de confiar e se não vejam o que ele fez no lar quando la esteve com os seus amigos alaranjados e agora com estes conta por ai que não para de meter intrigas pois parece que as coisas não correm la muito bem entre os membros da direcção etudo por culpa deste triste que nunca fez nada por esta terra eu acho que ele devia por os olhos no camarada pires esse sim ja tem muito que apresentar feito por ele mas enfim nimguem é perfeito so espero que não se dissolva uma direcção por culpa deste parvo convencido como socio vou estar atento ao restanes orgãos sociais eu recomendo que falem com o pires pois ele anda dezanimado nao o deixem sozinho pois se ele sai nao sei nao!!!!!!!!!!!!!!!!!